A Importância dos Arquivos Templates para o Desenvolvimento de Projetos

No comments yet

Template ou modelo é definido como um tipo de arquivo padrão, pré-formatado para fundamentar outros arquivos, principalmente documentos. Os modelos contêm um conjunto de elementos que são criados para padronizar a configuração de visualização através dos documentos finais. 

O uso de um bom template para o desenvolvimento de projetos permite ao usuário gastar menos tempo com formatação e representação de desenho e dedicar mais tempo à concepção do projeto. Os arquivos templates também fornecem informações precisas e um nível de consistência de dados (etapas de projeto, componentes, tabelas, entre outros).

O arquivo modelo do software Revit Architecture, por exemplo, como a maioria dos modelos de desenho, é um documento padrão usado para a criação de novos documentos, novos projetos.

Um template bem elaborado é essencial para melhorar a eficiência, qualidade, clareza e coerência de projetos. Tal como acontece com os modelos para outros programas de desenho, eles devem ser configurados para corresponder aos padrões do escritório ou padrão do usuário e devem ser compreendidos por todos os envolvidos no processo de projeto.

Os modelos são um conjunto de elementos e de configurações, e o usuário precisa conhecer bem o template em que trabalha para que possa utilizar as configurações da melhor forma possível em seus projetos.

Ao ser instalado, o software Revit vem com um conjunto de modelos padrão que podem ser aproveitados. Os arquivos templates podem ser construídos a partir desses modelos ou ainda podem ser construídos a partir do zero. Quando um novo projeto é criado, as configurações do modelo são copiadas para o mesmo. É importante ter em mente que um arquivo template Revit pode evoluir continuamente e, com isso, o usuário deve definir claramente suas normas e padrões de desenho para que os projetos desenvolvidos no Revit reflitam exatamente o padrão gráfico desejado.

Mas nem todos sabem a real importância de um template e o quanto isso interfere em todo o processo de projeto.

Muitos que desenvolvem projetos em Revit possuem dificuldades em entender o que são templates, como os criam, modificam, da mesma forma que possuem dificuldades em entender os conceitos da tecnologia BIM.

Pois bem, o conceito de template é igual em qualquer software que utilize uma base para o seu início de trabalho (como por exemplo, o Word: folha A4, tipo de letra Times New Roman, tamanho 12). Em Revit, o conceito é o mesmo: criação de vistas de plantas de pisos, criação de vistas de cortes e elevações, organização das vistas por disciplinas e subdisciplinas, unidades, componentes construtivos, objetos disponibilizados, simbologias, configurações e facilidades implementadas para facilitar a documentação de projetos.

Uma vez que a intenção é utilizarmos o mesmo template em todos os projetos, é possível torná-lo como base para todos os projetos (para quando iniciarmos um novo arquivo de projeto, este irá abrir com as informações já configuradas vindas do template).

Templates: Possibilidades e Importância

O uso de templates desenvolvidos como um novo método de projetar facilitam não só a visualização do projeto como um todo, mas também contemplam como a edificação será construída, em todas as suas etapas de projeto, incluindo o próprio processo de construção, além de facilitar a compatibilização dos projetos complementares.

Com o uso de templates que seguem este conceito, um projeto complexo que contenha viabilidade, anteprojeto, projeto legal, projeto executivo, entre outros, que demanda conhecimento de muitos profissionais e tecnologias, podem ser gerenciados com maior facilidade, já que estes facilitam o processo colaborativo sobre um modelo integrado.

Como principal função, os templates sustentam o conjunto de metodologias aplicáveis à nova tecnologia e demonstram como relacionar os domínios da gestão do processo de projeto e da tecnologia da informação.

Além de, os templates possibilitam uma grande capacidade de revisar e coordenar o que se projeta, devido aos procedimentos para controle da qualidade e gerenciamento das interfaces entre os agentes. Erros e colisões podem ser facilmente detectados, corrigidos e revisados, pois, é possível determinar regras e parâmetros que detectem automaticamente falhas e tolerâncias proporcionais que reduzem automaticamente o retrabalho e a quantidade de revisões em um projeto.

De forma a esclarecer as possibilidades do uso destes templates, segue abaixo algumas das características que são facilitadas pelo modelo integrado, ou ainda, o que estes templates promovem:

  • Melhorar a visualização dos dados e informações sobre o projeto, permitindo compreender e participar ativamente do processo de projeto;
  • Contribuir para melhorar a eficiência e qualidade da construção civil, com a intenção do melhor aproveitamento das ferramentas e dos elementos construtivos;
  • Aprimorar a coordenação dos documentos compartilhados da construção a fim de promover tanto a rápida troca de informações, como aumentar a produtividade e melhorar os prazos de entrega dos projetos destinados à execução da obra;
  • Proporcionar uma gestão de projetos que incorpore e compartilhe informações, ou seja, trocar o projeto hierárquico por projeto colaborativo de modo que todos coparticipem das decisões do projeto;
  • Identificar a organização da troca das informações mais adequada aos projetos integrados;
  • Criação do modelo 3D adaptado a qualquer tipo de cenário (insolação, esforços estruturais, acústica, etc.), o que pode resultar diferentes representações gráficas;
  • Visualização de todas as etapas de projeto em uma mesma cena;
  • Modelo e suas representações ou possibilidades de manipulação que o modelo permite;
  • Diferentes tipos de vistas que possibilitam diferentes tipos de representações gráficas (em plantas, cortes, elevações, perspectivas, etc.);
  • Integração dos consultores na construção, isto é, permitir que o trabalho de consultores externos possa ser integrado no projeto de forma a facilitar a construção;
  • Desenvolvimento de soluções nas diferentes disciplinas de projeto devido à integração de resultados e de verificações que o modelo permite por parte dos diferentes agentes envolvidos (arquitetos, contratantes, consultores, especialistas, projetistas, proprietários, etc.).

Assim sendo, podemos utilizar os templates em vários eixos de ação, bem como analisarmos a gestão integrada entre o processo de projeto e o processo da modelagem da informação.


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *